Lectures (Information available in Portuguese only)


Minicurso 1: Cloud computing: el√°stica e segura

Autores: Rodrigo Assad (C.E.S.A.R), Felipe Ferraz (CIN/UFPE), Vinicius Rocha (UFPE/CESAR), Emanell Faustino (UFPE)
Segunda-feira (03/10) ‚Äď manh√£ (08:30 √†s 10:10 e 10:50 √†s 12:30)

Resumo: Atualmente, Computa√ß√£o nas Nuvens (Cloud Computing) tem sido um dos temas mais discutidos na √°rea da Ci√™ncia da Computa√ß√£o, tanto como t√≥pico de pesquisa, como de interesse de investimento para as empresas. Como fatores que impulsionaram a dissemina√ß√£o do uso destas tecnologias temos a crise econ√īmica e a necessidade de racionaliza√ß√£o dos custos de tecnologia da informa√ß√£o e comunica√ß√£o (TIC). Computa√ß√£o nas nuvens pode ser vista como uma plataforma de suporte a sistemas de software que prov√™ aos seus usu√°rios: gerenciamento, uso sobre demanda, adequa√ß√£o as necessidades, racionaliza√ß√£o do uso dos recursos e automa√ß√£o dos processos relacionados a cria√ß√£o de infra-estruturas de suporte. Este novo paradigma permite que os usu√°rios/clientes paguem pelo que consumirem de recursos e a medida que precisem de mais recursos os mesmos possam ser rapidamente provisionados. Dentre as tecnologias que d√£o suporte ao crescimento el√°stico aos sistemas de computa√ß√£o nas nuvens destacam-se: virtualiza√ß√£o, peer-to-peer e grids computacionais. A jun√ß√£o destas tecnologias associado a estrat√©gias de gerenciamento, seguran√ßa e a compreens√£o b√°sica do funcionamento das aplica√ß√Ķes permite que seja criado o arcabou√ßo de sustenta√ß√£o. Este minicurso tem como objetivo apresentar aos alunos as estrat√©gias existentes para a montagem de sistemas em computa√ß√£o nas nuvens que possam crescer elasticamente de forma segura.


Minicurso 2: Interfaces para aplica√ß√Ķes de Intera√ß√£o Natural baseadas na API OpenNI e na Plataforma Kinect

Autores: Almerindo Rehem Neto (UFBA), Marcus Vinicius R. Andrade (Universidade Tiradentes), Celso Alberto Saibel Santos (UFBA)
Segunda-feira (03/10) ‚Äď manh√£ (08:30 √†s 10:10 e 10:50 √†s 12:30)

Resumo: Este curso tem inten√ß√£o de introduzir desenvolvedores aos conceitos do framework OpenNI - Open Natural Interaction e o desenvolvimento de aplica√ß√Ķes de intera√ß√£o natural usando o hardware Kinect de forma aderente aos padr√Ķes propostos pelo framewok. Sendo assim, o mesmo c√≥digo pode ser usado com outro hardware que tamb√©m seja certificado pelo projeto OpenNI. Al√©m do framework tamb√©m ser√° usada a biblioteca de middleware NITE, a biblioteca √© fornecida e licenciada separadamente, mas pode ser utilizada para fins n√£o comerciais.


Minicurso 3: Linked Data: Construindo um Espaço de Dados Global na Web

Autores: Regis Magalhães (UFC), José Antonio Macêdo (UFC), Vania Vidal (UFC)
Segunda-feira (03/10) ‚Äď tarde (13:30 √†s 15:30 e 15:50 √†s 17:30)

Resumo: A Web √© atualmente um espa√ßo global constitu√≠do de documentos e dados vinculados. Linked Data √© uma promissora tecnologia da Web Sem√Ęntica baseada em um conjunto de princ√≠pios que formam a base para a difus√£o e uso da Web de Dados. Desde 2007 v√°rias fontes de dados dos mais diversos dom√≠nios t√™m sido publicadas de acordo com estes princ√≠pios, gerando um volume crescente de dados e, consequentemente, uma demanda por seu consumo. O minicurso busca prover aos participantes uma fundamenta√ß√£o s√≥lida para publicar e consumir dados na Web de acordo com os princ√≠pios de Linked Data. Ele inicia com a apresenta√ß√£o destes princ√≠pios e dos conceitos b√°sicos relacionados a eles. Depois, s√£o analisados m√©todos para publicar e consumir dados seguindo esses princ√≠pios. A seguir, √© feita uma an√°lise de ferramentas e aplica√ß√Ķes relacionadas a Linked Data atualmente usadas. Por fim, s√£o apresentadas as limita√ß√Ķes das tecnologias existentes e os desafios e oportunidades de pesquisa sobre Linked Data.


Minicurso 4: CANCELADO!


Minicurso 5: Por dentro das redes complexas: detectando grupos e prevendo liga√ß√Ķes

Autores: Ana Paula Appel (UFES), Estevam Hruschka Jr. (UFSCar)
Segunda-feira (03/10) ‚Äď noite (18:00 √†s 20:00 e 20:20 √†s 22:00)

Resumo: O crescimento do volume de dados modelados como redes complexas, por exemplo a World Wide Web, redes sociais como Orkut, Facebook, fez surgir uma nova √°rea de pesquisa - a minera√ß√£o de redes complexas. Nesta nova √°rea multidisciplinar destacam- se algumas tarefas: a extra√ß√£o de propriedades estat√≠sticas, a detec√ß√£o de comunidades, a predi√ß√£o de liga√ß√Ķes arestas. Este minicurso tem como objetivo introduzir n√£o s√≥ os conceitos b√°sicos da minera√ß√£o de redes complexas, mas tamb√©m as t√©cnicas de detec√ß√£o de comunidade e predi√ß√£o de liga√ß√£o. A √°rea de minera√ß√£o de redes complexas t√™m sido o foco n√£o s√≥ de um grande n√ļmero de pesquisadores mas tamb√©m de grandes empresas como Microsoft, Google, Facebook e Yahoo.


Minicurso 6: O que sua Personalidade revela? Fidelizando clientes web através de Sistemas de Recomendação e Traços de Personalidade

Autores: Maria Augusta Silveira Netto Nunes (Universidade Federal de Sergipe), Sílvio Cazella (Unisinos)
Segunda-feira (03/10) ‚Äď noite (18:00 √†s 20:00 e 20:20 √†s 22:00)

Resumo: Estudos recentes de psicólogos, neurologistas, antropólogos e cientistas computacionais (Damásio 1994), (Simon 1983), (Picard 1997), (Trappl
et al 2003), (Thagard 2006) e (Nunes 2009) t√™m provado o qu√£o importante os aspectos psicol√≥gicos humanos, tais como Emo√ß√£o e Personalidade, s√£o no processo de tomada de decis√£o humana. Os mesmos estudos provam que esses aspectos sutis e inerentes a personalidade humana influenciam de maneira efetiva e particular suas intera√ß√Ķes interpessoais potencializando a personaliza√ß√£o na intera√ß√£o humano-humano podendo substancialmente favorecer aspectos de processos comerciais convencionais na oferta de produtos e servi√ßos no mundo real. Alguns estudos (Reeves and Nass 1996) t√™m sido conduzidos indicando que os humanos respondem psicologicamente a computadores e outras m√≠dias como se esses fossem, tamb√©m, humanos. Considerando esse aspecto, n√£o importa que recurso computacional o computador estar√° usando, entretanto, em todos os casos, o computador estar√°, potencialmente, tomando decis√Ķes e trabalhando com as pessoas e para as pessoas. Assim, para o computador, o entendimento da natureza psicol√≥gica humana √© extremamente relevante e necess√°ria para que o mesmo possa melhorar sua compreens√£o do ser com quem interage, melhorando, assim, o n√≠vel de personaliza√ß√£o e otimiza√ß√£o dos seus processos de tomada de decis√£o visando potencializar a intera√ß√£o humano-computador e consequentemente a personaliza√ß√£o de ambientes comerciais tamb√©m em ambientes web por meio de Sistemas de Recomenda√ß√£o em e-commerce, por exemplo.


Additional information